Receba dicas grátis!

Entenda como o gerador de cloro funciona

Apesar das discussões sobre o assunto, o cloro ainda é o produto químico mais usado para combater microrganismos nocivos na água da piscina.

O problema não é o cloro propriamente dito, mas a cloramina, que é o cloro em contato com outras substâncias, como protetor solar, óleo e até matéria viva (como as bactérias). A cloramina tende a causar irritação nos olhos e na pele, coceiras e ressecamento nos cabelos.

Uma solução encontrada é alternar o uso do cloro com outras soluções mais modernas, como os ozonizadores. Mas também é importante manter os níveis de cloro na quantidade certa, de modo a controlar a formação da cloramina.

Com essa finalidade, foi criado o gerador de cloro. É sobre esse inovador produto que trataremos neste post, saiba mais!

O gerador funciona por processo de eletrólise do cloreto de sódio

O cloreto de sódio é o nome científico do popular sal de cozinha, cuja fórmula é NaCl. É a partir do sal mineral, que é uma mistura do sal comum com outras fontes de minerais, que o gerador de cloro funciona.

Por meio de um processo chamado eletrólise, ele separa o sódio (Na) do cloro (Cl), adicionando o último à água da piscina na medida certa.

O funcionamento do gerador de cloro automaticamente

O gerador de cloro permanece na casa das máquinas, funcionando em conjunto com a bomba de água. Isso significa que ele trabalha automaticamente, sem a necessidade de intervenção manual.

Ele identifica a quantidade de cloro e, ao perceber que ele está abaixo dos níveis recomendados, inicia a eletrólise. O dispositivo calcula a quantidade necessária de cloro e suspende a produção, evitando que seja adicionado produto químico em excesso. Dessa forma, o gerador disponibiliza o cloro na quantidade ideal para acabar com as impurezas da água, mantendo-a sempre limpa.

Faça a correta adição de sal na água da piscina

O único trabalho que o dono da piscina tem é o de adicionar sal na água. Essa adição, vale dizer, precisa ser bem administrada.

De quatro em quatro meses, a pessoa deve colocar quatro gramas de sal por um litro de água da piscina. Desse modo, repõem as perdas com a lavagem do filtro, por exemplo.

O próprio gerador de cloro notifica quando a quantidade de sal é insuficiente e torna-se necessário adicionar mais.

O gerador de cloro tem várias vantagens

Esse equipamento simples e funcional oferece muitos benefícios. Um deles é a automação, já que ele mesmo identifica a quantidade de cloro necessária para manter a piscina sempre higienizada e avisa quando é preciso colocar mais sal.

Outra vantagem é a economia financeira. O proprietário não precisará comprar cloro e material de medição para verificar se os níveis de cloro livre e cloro combinado estão corretos. Há também menos desperdício, pois são dispensados os ajustes para repor a água regularmente.

Uma piscina tratada com a intervenção desse dispositivo não apresenta o cheiro forte e desagradável característico do cloro em excesso. Os usuários não precisam se preocupar com as coceiras e irritações eventuais na pele e nos olhos.

A água ficará muito mais transparente e brilhante, ou seja, com um aspecto bem mais atrativo ao banho. Também estará livre de microrganismos nocivos à saúde humana. Assim, a manutenção e a limpeza da piscina ficam mais práticas e econômicas. Os resultados serão muito melhores!

O gerador de cloro é mais uma das invenções tecnológicas que facilitam a vida das pessoas e garantem mais eficiência em operações fundamentais para a saúde dos banhistas e para a preservação do ambiente de lazer.

Gostou de aprender como funciona essa tecnologia? Dê uma passada no site da Sol&Água e confira nossos equipamentos para piscina com os melhores preços.

Adicionar comentário