Receba dicas grátis!

Aprenda a identificar vazamentos na piscina

Tal como na tubulação do banheiro e da cozinha, a piscina também está sujeita a vazamentos. Mas nem sempre eles são fáceis de identificar, principalmente se as dimensões dela forem muito grandes.

Para quem está habituado a realizar manutenções periódicas, é possível que tenha um “olho clínico” capaz de perceber, com mais facilidade, certar irregularidades, especialmente no nível de água.

Caso tenha dúvidas, um profissional especializado pode fazer a confirmação ou não do vazamento. De qualquer forma, daremos dicas de como identificar vazamentos na piscina. Confira o texto que segue!

Entenda que a evaporação reduz o nível de água

Primeiramente, convém saber que a redução do nível de água da piscina é um processo natural, causado pela evaporação. Somente quando essa diminuição é exagerada é que podemos desconfiar da existência de vazamentos na piscina.

O calor, os ventos e as condições climáticas promovem a evaporação. É normal que, em dias muito quentes, a evaporação seja maior, principalmente se a piscina ficar exposta continuamente ao sol, sem cobertura.

Vale observar que a quantidade normal média de água evaporada por dia em uma piscina é de 3 mm. Em uma semana, isso resulta em 21 mm, ou 2,1 cm.

Faça o teste do balde

Há um teste caseiro que pode ser utilizado para ter certeza de que há vazamento ou se a queda no nível de água é apenas consequência da evaporação. É o teste do balde.

Como fazer? Encha um balde com água e coloque-o na escada da piscina. Deixe os níveis de águas igualados tanto dentro do balde quanto fora dele. Espere 24 ou 48 horas e verifique o nível de água. Se a água fora do balde estiver mais baixa, é sinal de que existe vazamento.

Realize o teste da umidade

Para identificar vazamentos na piscina, também é possível fazer o teste da umidade. Esse é um teste simples, mas que pode identificar rapidamente os vazamentos.

Verifique se existe umidade em torno da piscina, mesmo sem ninguém ter tomado banho. Se sim, pode ser que haja um vazamento escondido por ali.

Aposte ainda no teste da fita crepe

Outro teste caseiro é usando a fita crepe. Marque o nível de água com uma fita crepe, colando-a na parede da piscina. No dia seguinte, passadas ao menos 24 horas, verifique o quanto houve redução, medindo a diferença entre o nível atual e o nível anterior.

É importante que todos os testes caseiros sejam realizados em dias sem chuva. Aplicou algum método e choveu durante a noite? Repita o teste no outro dia para não tirar conclusões erradas. Caso a piscina fique sob uma área coberta, as chuvas não vão interferir nos resultados de sua análise.

Verifique os pontos dos vazamentos na piscina

É possível ocorrer vazamentos na piscina de alvenaria, de fibra de vidro, de vinil. Eles podem acontecer nas paredes, no fundo e mesmo nos equipamentos. Faça uma avaliação primeiramente com as máquinas ligadas e depois com elas desligadas.

Caso esteja tudo em ordem na casa de máquinas, observe se existem falhas na estrutura da piscina, como rachaduras, bolhas, deformidades, azulejos ou pastilhas soltas e assim por diante.

Busque ajuda profissional

Como afirmado anteriormente, a ajuda de profissionais especializados é fundamental para tirar as dúvidas. Os testes caseiros podem funcionar, mas nem sempre são cem por cento.

Empresas modernas usam equipamentos sofisticados que permitem a identificação de vazamentos em tempo real sem a necessidade de demolir estruturas. Isso representa menos trabalho e economia de tempo e dinheiro.

Fique atento aos vazamentos na piscina, pois eles podem gerar altos custos e até comprometer a área em redor.

Agora que já sabe como identificar vazamentos em sua piscina, curta a página da Sol&Água no Facebook e fique por dentro de outras dicas!

Adicionar comentário