Receba dicas grátis!

Como funciona o tratamento com ozônio na água da piscina?

O objetivo dos tratamentos da água da piscina é deixá-la mais segura para os banhistas, livre de qualquer tipo de microrganismo que possa estar presente nela. O tratamento mais comumente conhecido é feito utilizando o cloro.

Provavelmente, você já ouviu falar que esse é um produto que pode fazer mal à saúde, causando alergias na pele, irritações nos olhos e ainda deixando um cheiro muito forte na sua área de lazer. E foi pensando nessas questões que foram desenvolvidos outros tipos de tratamento para a água da piscina, e o tratamento com ozônio é um dos melhores. Um bom tratamento com ozônio na água da piscina é considerado uma das tecnologias mais promissoras.

Que tal conhecer mais sobre o tratamento? Saiba mais a respeito desse assunto, com a leitura do post que segue.

O ozônio e suas características

O ozônio é um gás azulado gerado a partir do oxigênio. Entretanto, é formado por moléculas bem mais instáveis que as do oxigênio. Justamente por essa razão é que o ozônio se trata de um gás que se desfaz mais facilmente e que não pode ser conservado por muito tempo. Ele dura poucos segundos na atmosfera.

O ozônio é um oxidante muito potente e que se decompõe em oxigênio. Isso quer dizer que ele não deixa resíduos no meio ambiente. É tido como um germicida natural, um dos mais potentes, podendo matar bactérias, fungos, leveduras, protozoários e até alguns vírus.

O tratamento com ozônio na água da piscina

Para realizar um adequado tratamento com ozônio é preciso fazer a instalação de um equipamento capaz de converter moléculas de oxigênio em moléculas de ozônio. É o chamado “ozonizador”.

O equipamento deve ser instalado nas tubulações da sua piscina e lá mesmo a conversão é feita. O ozonizador funciona com o uso de energia elétrica e necessita de manutenção periodicamente para evitar o vazamento do gás. É interessante ter o auxílio de profissionais para realizar esse tipo de instalação e do tratamento na sua piscina.

Os benefícios do tratamento com ozônio

Podemos listar alguns benefícios de um tratamento com ozônio para que você entenda por que pode ser interessante substituir o tradicional tratamento com cloro. O primeiro deles é que o ozônio é cem vezes mais potente que o cloro quando o assunto é eliminar os microrganismos nocivos à saúde dos seres humanos. Ele também age mais rapidamente, o que poderá otimizar o processo de tratamento da água.

Consiste ainda em um tratamento que não irritará os olhos dos banhistas, não resseca a pele e é considerado ecologicamente correto. Afinal, sua matéria-prima é o ar. O resultado é uma água cristalina, sem cheiro forte e sem resíduos químicos. Além disso, o tratamento com ozônio não exige que a correção do pH seja feita com tanta frequência, o que ajuda bastante nas etapas de manutenção.

No entanto, a substituição total do cloro pelo ozônio ainda não é possível. A fim de que a piscina tenha a chamada “proteção residual”, é preciso contar ainda com um teor mínimo de cloro livre. Mesmo assim, o tratamento com ozônio é uma alternativa que vale a pena ser considerada!

Gostou das informações? Aproveite que agora já sabe como funciona o tratamento com ozônio, acesse o site Sol e Água e confira as opções de tratamento para a sua piscina!

Adicionar comentário