Receba dicas grátis!

Sua piscina ficou verde? Veja por que isso acontece

Seja ao chegar em casa depois de um dia cansativo de trabalho, seja para aproveitar o final de semana, um banho de piscina para refrescar sempre vai bem. Porém, quando encontramos, em vez de cristalina, uma água de coloração verde é porque algo está errado.

Além do aspecto visual, que transmite uma péssima impressão, quando a piscina não é tratada corretamente pode se tornar um foco de contaminação com a presença de micro-organismos que causam doenças de pele, problemas respiratórios, conjuntivites, entre outros.

Sua piscina ficou verde e você não sabe o que fazer? Neste post, reunimos informações interessantes sobre o assunto. Veja!

Afinal por que a água da piscina fica verde?

A água esverdeada é muito mais comum do que podemos imaginar. Ela é o resultado de dois fatores que podem acontecer: tratamento inadequado ou infestação desenfreada de algas e micro-organismos. Apesar de comum, não é normal. O aspecto indica problemas e precisa ser solucionado imediatamente.

Vale frisar que as algas são micro-organismos trazidos pelos ventos e pelas chuvas. Elas proliferam-se nas piscinas quando existem condições favoráveis, como temperatura específica ou água com pouco cloro e pH além dos limites permitidos.

O problema é que esses agentes, além de mudarem a coloração da água, também podem comprometer a saúde, porque facilitam o desenvolvimento desenfreado de bactérias causadoras de doenças de pele, diarreia, infecções nos olhos, ouvidos, garganta e nariz.

Como evitar que a piscina fique verde?

Sua piscina ficou verde? Tenha calma! Pode parecer difícil, mas há algumas medidas simples para efetuar a limpeza correta da piscina e reduzir esse aspecto. Veja!

Nunca deixe a água parada

A água parada permite a proliferação das algas, que conferem a aparência verde à piscina. Portanto, filtre a água diariamente para mantê-la limpa e em movimento constante.

Retire as folhas e os galhos

O acúmulo de folhas, galhos e insetos que caem na piscina também afetam a cor da água. Logo, tenha o hábito de passar sempre a peneira para retirá-los. Lembre-se: é muito mais fácil remover esses detritos enquanto eles estão na superfície, ou seja, antes de eles firmarem no fundo da piscina.

Fique atento ao tratamento

A piscina ficou verde? Com o auxílio de alguns medidores e produtos específicos, é possível avaliar e ajustar o nível da alcalinidade e o pH para evitar. O ideal é que o pH esteja entre 7,2 e 7,6, e a alcalinidade entre 80 e 120 ppm.

O cloro livre na piscina, da mesma maneira, deve ser acompanhado. O nível ideal da substância em piscinas residenciais deve estar entre 1,0 e 3,0 ppm. Sem o cloro, a água não estará devidamente protegida.

Mas é bom ficar atento, pois os produtos químicos não são os responsáveis por manter a água sempre limpa e em condições próprias para uso. Quando o tratamento não é feito da maneira correta ou a periodicidade deixa a desejar, uma das consequências imediatas é o surgimento do aspecto esverdeado.

O tratamento da sua piscina deve ser contínuo, para que esse tipo de problema não se torne frequente e você possa usufruir de um bom banho de piscina com toda a sua família.

E você? Agora já sabe o que fazer quando a sua piscina ficar verde? Aproveite a visita em nosso blog e entenda como limpar a piscina da forma correta!

Adicionar comentário