Receba dicas grátis!

Qual a periodicidade ideal para limpar a piscina?

É só a estação mais quente do ano chegar que todos ficam desejando uma piscina geladinha e refrescante! Em nosso país tropical, muitas vezes, essa é uma das melhores pedidas para o verão. Além de tudo, é uma das mais divertidas também!

Mas é preciso ter atenção. Apesar de ser uma excelente opção de lazer, a falta de cuidados pode causar diversas doenças, principalmente na pele. Por isso, saber qual é a periodicidade ideal para limpar a piscina é essencial para aproveitar ao máximo e com segurança do que ela pode oferecer. Acompanhe as dicas deste post!

Por onde começar?

Primeiramente, deve-se saber que o processo de limpeza de um piscina é sistemático. São procedimentos diferentes, cada um condizente com o seu intervalo de tempo. Uma vez por semana é ideal verificar o nível de cloro e pH da água, pois os dois trabalham em conjunto.

É ideal também que os filtros sejam mantidos limpos, para melhorar o desempenho da piscina e para que você aproveite da melhor forma sua piscina limpa. O pH deve manter-se equilibrado para que o cloro haja de maneira eficaz. Não se esqueça de esvaziar o cesto da coadeira e o Skimmer e aspirar a piscina, a fim de remover aquela sujeira que fica no fundo ou algum acessório — que alguém perdeu.

Como cuidar bem da piscina?

Limpar a piscina de forma periódica é uma das principais formas de cuidado. Mas, além disso, outros processos devem ser adotados. Deve-se: verificar a pressão do filtro; escovar as paredes e o fundo da piscina; e esvaziar o cesto da bomba pelo menos uma vez por semana.

Deve-se também verificar a pressão do filtro (para saber se ele está cumprindo sua função normalmente), a escovação das paredes e o fundo da piscina, evitando a proliferação de fungos que fazem mal à saúde. Finalmente, uma vez por mês, pelo menos, verifique o nível de alcalinidade.

Assim como o cloro trabalha com o pH, o pH trabalhará com a alcalinidade. Se o nível de alcalinidade da piscina estiver baixo, isso fará com que o pH flutue, ou seja, o equilíbrio da alcalinidade mantém o equilíbrio do pH. Por fim, verificar a dureza cálcica, que deve estar entre 200 a 400 ppm.

E a saúde?

Esses procedimentos para limpar a piscina podem ter a frequência variada. Afinal, tudo vai depender da utilização da piscina. No verão, por causa do calor e do sol, é normal que a piscina seja utilizada com mais recorrência. No inverno, o uso da piscina acaba sendo menor, assim, é interessante deixá-la coberta e bem protegida. Caso contrário, ela acaba se tornando um propenso viveiro para o mosquito aedes aegypti, sendo um caso de saúde pública.

Quando falamos em limpar a piscina, leve muito a sério o assunto. Isso porque não é só uma questão estética, e sim de saúde. Uma piscina suja pode transmitir, através de microrganismos, muitas doenças, como diarreia, dermatite, infecções e, até mesmo, piolhos. Portanto, mesmo que a piscina não seja sua, tome cuidado com a higienização.

Como vimos, para aproveitar ao máximo a estação mais quente de ano, limpar a piscina é indispensável. Com ações simples, você evita a proliferação de doenças e garante um verão muito mais seguro e divertido! Com as nossas dicas, certamente, isso será possível!

E você, gostou das informações deste post? Para manter a sua piscina sempre higienizada, confira no site Sol e Água tudo para tratamento de piscina!

Adicionar comentário