Receba dicas grátis!

Como escolher a melhor motobomba de hidromassagem

motobomba de hidromassagem

As motobombas são utilizadas em diversos tipos de projetos que necessitam do bombeamento de água. Alguns exemplos são: o preenchimento de reservatórios (residenciais ou industriais), a sucção ou remoção de água que esteja acumulada em locais indevidos, o bombeamento de poços e cisternas, a circulação de água em piscinas e em banheiras de hidromassagem.

Apesar de seu largo uso, escolher o melhor sistema de bombeamento não é tão simples e não depende somente de um aspecto do equipamento, como sua potência. É preciso entender bem o funcionamento da motobomba de hidromassagem e considerar outros aspectos, tais quais a pressão, o diâmetro da banheira, entre outros.

Você tem dúvidas quanto a isso? Elaboramos esse post com algumas dicas para orientar a sua escolha. Confira!

Como funciona a motobomba de hidromassagem

A motobomba de hidromassagem funciona de forma semelhante às bombas de água. Mas são consideradas mais simples. Ela não trabalha em grandes alturas para conduzir a água (altura manométrica). E, por serem instaladas diretamente nas banheiras de hidromassagem, não precisam proporcionar grandes vazões.

As motobombas de hidromassagem também não exigem grandes potências e, por isso, podem ser fabricadas com materiais de menor resistência. Elas possibilitam os jatos dentro da banheira, com a pressurização e sucção da água. É o trabalho da motobomba de hidromassagem que garante uma água limpa e convidativa para o uso.

O sistema dos modelos mais eficazes

Modelos mais eficazes de motobomba de hidromassagem contam com um sistema automático de drenagem, o que impede que a água fique acumulada no interior da bomba quando a banheira for esvaziada.

Isso garante que não exista água do banho anterior no seu novo banho, fundamental para manter a higiene da banheira. Esse tipo de sistema é interessante, pois reduz a necessidade constante de manutenção.

Esse tipo de motobomba para hidromassagem é centrifugo e autoaspirante, o que quer dizer que não é necessário reter quantidades de água na tubulação de sucção.

Verifique se o corpo da bomba é resistente à corrosão, a ataques químicos e às altas pressões.

Em relação à potência da bomba

Verifique sempre as informações no catálogo dos fabricantes: normalmente indicam quantos bicos de hidromassagem podem ser alimentados. Vale dizer que uma potência de 1,5 cv (cavalo-vapor) costuma alimentar até sete saídas.

Considere o modelo da banheira, o formato, o diâmetro e seu material de fabricação antes de escolher a melhor motobomba de hidromassagem. Outro ponto importante é a quantidade de pessoas que deseja acomodar no local.

Atente-se para as normas de instalação da sua banheira

Os jatos, drenos e demais componentes elétricos devem ser projetados e instalados de forma adequada para impedir acidentes. A pressão e o dispositivo de sucção deverão distribuir com segurança a vazão da bomba.

Quanto melhor for o ajuste das bolhas de ar e água, melhor será o resultado da hidromassagem. É possível checar esses níveis com a banheira ligada. Aproveite e observe os ruídos que podem ocorrer. Fica difícil relaxar em uma banheira muito barulhenta, certo?

Para efeitos de manutenção, deixe a motobomba sempre acessível no projeto. Leve em conta que a melhor localização pode ser indicada no momento do pedido. E o padrão de instalação da motobomba deve atender às necessidades do ambiente escolhido para a hidromassagem.

E então? Já sabe como escolher a melhor motobomba para a sua hidromassagem? Deixe aqui o seu comentário, com dúvidas ou sugestões!

Adicionar comentário