Receba dicas grátis!

Como evitar acidentes com sucção em piscina

A piscina é um local de diversão e relaxamento, especialmente para a criançada. No entanto, é preciso ter atenção a alguns aspectos para evitar acidentes. Um dos maiores problemas, e que aumenta o risco de afogamento (sobretudo nas piscinas mais antigas), é a sucção dos ralos.

Os cabelos das crianças podem ser puxados, de modo que os pequenos talvez fiquem presos no fundo da piscina, resultando em morte por afogamento. Para que isso não aconteça, não basta que as crianças prendam os cabelos na hora de nadar. Outras medidas devem ser tomadas para que acidentes não aconteçam. Confira quais são elas!

Jamais deixe o ralo sem grade

O ralo da piscina deve ser protegido com grade. Se esse mecanismo estiver quebrado, ausente do local ou tiver sofrido algum tipo de dano, o mais prudente é que a piscina fique interditada até que o problema seja resolvido. Sem a grade de proteção, o risco de afogamento ou acidentes aumenta.

Uma grelha quebrada, por exemplo, facilita que um membro (um braço ou uma perna), além dos cabelos, fiquem presos no ralo. Uma tampa mais moderna, com orifícios menores, é a mais indicada. Esse pormenor, que parece pequeno, impede, na verdade, que os cabelos se prendam no ralo, garantindo mergulhos mais seguros, mas sem diminuir o trabalho de sucção do objeto.

Proteja também os bocais nas laterais da piscina

Assim como os ralos, os bocais que ficam na beira da piscina também precisam de uma tampa de proteção. Um sistema que feche automaticamente é o mais indicado, isso evita que os bocais permaneçam abertos depois que a piscina for aspirada.

É indicado que a piscina tenha mais de um ralo

As piscinas mais antigas costumam ter apenas um ralo de sucção. Isso não é indicado. Para evitar acidentes, é interessante que (conforme o tamanho da piscina) mais de um ralo seja instalado. É importante que haja pelo menos dois.

Dessa forma, a força da sucção é distribuída entre eles e fica bem menor. Com mais de um ralo é mais difícil que uma pessoa fique presa.

Cuide da água da piscina para evitar acidentes

É importante que a água da piscina esteja limpa, de preferência transparente. A água turva pode dificultar a visão do fundo da piscina e, consequentemente, dos ralos. Se algo ou mesmo alguém ficar preso lá embaixo, será mais difícil observar de fora.

Oriente as crianças a se afastarem dos ralos

Crianças podem ser atraídas por coisas que nem imaginamos. Para elas, por exemplo, pode ser divertido e curioso sentar sobre os ralos ou manuseá-los. Entenda que, dependendo da pressão, não só os cabelos podem ser sugados, mas o corpo também.

Portanto, é importantíssimo orientar as crianças para não sentar sobre o ralo e de forma alguma inserir braços ou pés nos orifícios de sucção. O ideal é que as crianças fiquem afastadas deles, a fim de evitar acidentes.

Utilizando boias, e com a supervisão de um adulto, as crianças poderão se divertir muito, sem grandes preocupações. Os pequenos de até 4 anos devem estar sempre acompanhados de um responsável.

Seguindo essas indicações, a sua piscina estará segura para você e seus pequenos. E você poderá evitar acidentes graves continuamente.

O que achou do conteúdo desse post? Precisa esclarecer alguma dúvida? Deixe um comentário aqui!

Adicionar comentário