Receba dicas grátis!

Cuidados que você deve ter com as crianças na piscina

crianças na piscina

No verão, toda a família faz a festa na piscina. Mas, sem dúvida alguma, quem mais aproveita o momento são as crianças. Isso significa que os adultos precisam estar sempre atentos aos seus movimentos, para que acidentes possam ser evitados.

Mas somente a supervisão poderá não ser suficiente para garantir a segurança das crianças na piscina. Existe muito mais a ser feito para prevenir que algum imprevisto atrapalhe a diversão, já que basta um piscar de olhos para perder a atenção nos pequenos.

Leia com atenção o nosso artigo de hoje e aprenda algumas providências básicas para que seu dia de verão transcorra sem problemas para todos!

Procure ter equipamentos de segurança instalados

Este é o primeiro passa para manter a segurança de crianças na piscina: a escolha de bons equipamentos de segurança. Uma das alternativas mais comuns é a instalação de cercas em volta da área de lazer, que possui uma trava de segurança ou tranca com chave. Assim, somente adultos ou pessoas autorizadas podem chegar mais perto da piscina.

É interessante adquirir boias e coletes para crianças sem prática ou inseguras na água. Antes de comprar esses itens, pesquise para saber qual o melhor modelo e verifique se ele tem selo de certificação. Um sistema de iluminação também pode ser muito útil e permitirá que as crianças não transitem desavisadas durante a noite.

Com crianças na piscina, o maquinário deve ser desligado

Por vezes, os equipamentos de manutenção são esquecidos nas proximidades ou até mesmo dentro da piscina. Em geral, o maquinário chama muito a atenção de crianças curiosas, mesmo se forem mais velhas e entendam melhor as recomendações dadas por adultos.

Portanto, mesmo que seus pequenos sejam muito bem educados, isso não é suficiente para que eles se distraiam da presença desses itens. É importante que tudo esteja sempre desligado e, se possível, guardado em um lugar seguro para evitar qualquer outro tipo de risco. Ainda se achar necessário, tranque-os em um galpão durante o uso da piscina, por exemplo.

Tenha o piso adequado no entorno da piscina

Crianças na piscina são inquietas: querem, a todo momento, entrar e sair da água para pular e correr. Sendo assim, é fundamental que um piso adequado seja instalado no entorno da piscina. Ele deve ser feito de material antiderrapante, para que as quedas e escorregões sejam evitadas.

Além disso, não se preocupe com a limpeza. O material não costuma acumular muitos resíduos ou água e resiste bem diante da umidade da área. A única atenção que você deve priorizar é a qualidade não só do produto, mas também de sua aplicação no entorno.

Recomende que cabelos compridos fiquem presos

Parte da manutenção da piscina é realizada através de um sistema de filtragem, composto por movimentos de sucção. Porém, os ralos podem identificar cabelos compridos como resíduos, fazendo com que eles sejam puxados e causando situações de afogamento. Com crianças, isso é ainda mais fácil de acontecer. Atente-se também para acessórios, como cascatas e iluminação.

Recomende, então, que todas as crianças com cabelos maiores utilizem toucas, elásticos ou presilhas para mantê-los afastados de qualquer risco. E, para assegurar mais a vida dos pequenos, troque seus ralos comuns por ralos anti-sucção.

Lidar com crianças na piscina não é difícil. É preciso apenas dedicação para ajustar o ambiente, uma piscina limpa e higienizada, e muita conversa explicativa para conscientizá-la dos perigos. Mas depois, é só se divertir! Tem mais alguma sugestão que complemente este post? Comente e participe!

Adicionar comentário