Receba dicas grátis!

Você sabe como funciona um aquecedor solar para piscina?

aquecedor solar para piscinaImagine poder mergulhar e ter sempre a certeza de que a água estará aquecida e agradável. É tentador, certo? Contudo muitas pessoas acham que obter esse efeito é caro ou leva a um grande consumo.

Ao utilizar o aquecedor solar para piscina o problema é resolvido. Com a geração de calor de um jeito limpo e barato, o processo não impacta o meio ambiente e garante que você tenha a água na piscina em casa como sempre desejou.

Para descobrir como isso acontece, veja como é o funcionamento de um aquecedor solar para piscina!

Os coletores solares são responsáveis por gerar calor

O processo começa pela captação da energia do sol e a sua transformação em calor. A etapa ocorre graças aos coletores solares, que são placas de características especiais e que absorvem os raios emitidos pelo sol.

Feitas de material resistente e com tintura de alta absorção, elas diminuem a reflexão — ou perda — dos raios para o ambiente. Conforme os coletores aquecem, o calor é conduzido entre as estruturas e segue para a água. Quando o líquido absorve o calor há um aumento em sua temperatura, que é a intenção.

A água é movimentada por uma bomba até a piscina

As placas coletoras do aquecedor solar, normalmente, ficam no telhado, por ser o ponto com melhor incidência. Como a piscina fica em um nível abaixo, é preciso utilizar uma bomba para fazer a movimentação do líquido.

O procedimento é bem simples: a bomba “suga” a água fria e a leva até em cima, onde estão os coletores solares. Há a transferência de calor e, então, o líquido fica aquecido e retorna para baixo. Nesse momento, ele entra de novo na piscina, o que garante um aquecimento gradual.

O sistema por onde a água corre é elaborado de modo a diminuir a perda de calor. Como em uma garrafa térmica, o líquido permanece aquecido desde o telhado até a volta, o que permite atingir os patamares desejados.

A bomba do aquecedor solar para piscina funciona de forma constante

Para evitar a perda de calor, a bomba deve atuar de maneira contínua se o uso da piscina for prolongado. Como é normal que as pessoas se joguem e como há uma perda d’água, a bomba garante a manutenção da temperatura.

Contudo, não significa que o aquecimento continue de forma indefinida. Na hora de colocar o sistema para funcionar é possível definir qual é a temperatura de interesse. Quando o valor é conquistado, a bomba para de trazer água mais quente. Se houver uma queda, o mecanismo garante o leve aquecimento novamente.

Imagine que você deseja que a piscina fique a 38ºC. Assim que essa temperatura for atingida, a bomba não permitirá que água muito mais quente que isso entre no espaço. Contudo, se o valor cair para 36°C, ela bombeará até chegar novamente aos 38ºC desejados.

Os dias frios ou chuvosos não impedem o aquecimento

Ao contrário do que muita gente pensa, o aquecedor solar para piscina não funciona apenas no verão. Mesmo no inverno ou em dias chuvosos é possível ter uma água que fica longe de ser congelante.

Isso ocorre porque até quando o sol não é tão forte, os raios solares alcançam a superfície. Portanto, a transferência de calor acontece mesmo diante dessas condições. A única questão é que pode demorar um pouco mais até atingir a temperatura desejada, mas o banho aquecido é garantido.

Com o aquecedor solar para piscina é possível dar mergulhos sempre confortáveis e sem agredir o meio ambiente. Com a escolha e a instalação corretas do sistema, os efeitos virão na forma de uma ótima experiência.

O que você pensa sobre essa possibilidade? Conte nos comentários e participe!

Adicionar comentário