Receba dicas grátis!

Como escolher o melhor revestimento para piscina?

Há muitos anos, a construção de uma piscina era um processo caro e demorado. Logo, apenas pessoas com alto poder aquisitivo conseguiam ter. Nesse sentido, era muito mais prático associar-se a um clube e pagar uma mensalidade para usufruir de um espaço de lazer nos finais de semana.

Hoje, tudo mudou — e para melhor! Afinal, existem vários tipos de piscina e, também, de revestimentos. Eles têm fácil instalação e preços muito mais acessíveis. E como há muitas opções de escolha, nós vamos ajudar. Veja como escolher o melhor revestimento para piscina neste post.

Priorize o melhor custo-benefício

Não adianta desejar colocar um revestimento luxuoso se ele estiver acima de suas condições financeiras. Além disso, é possível revestir gastando menos e, ainda assim, deixar a piscina muito bonita.

O revestimento de azulejos, por exemplo, é um dos mais acessíveis financeiramente e oferece durabilidade e beleza. A cerâmica também pode ser uma opção, ainda que seja mais cara que os azulejos. Já o vinil é um revestimento de baixo custo que vem sendo aplicado com muita frequência em piscinas domésticas.

Atente também para a durabilidade

É importante contar com um revestimento para piscina durável para evitar muitos custos e muito trabalho. A fibra de vidro oferece uma durabilidade elevada, contudo, não é recomendado limpá-la com produtos abrasivos (como palhas de aço), pois podem arranhar o material. Devido ao fato de ser praticamente uma única peça, os riscos de vazamento são muito baixos.

Como vimos, os azulejos também são duráveis. A cerâmica é um dos revestimentos com maior durabilidade. Outro revestimento durável é o de pedras, que também é muito utilizado.

Informe-se sobre o trabalho com a manutenção

Esse ponto deve ser cuidadosamente considerado, já que todos gostam de se divertir, mas na hora de arregaçar as mangas para o trabalho, nem todos se sentem animados a cooperar. De modo geral, toda piscina requer manutenção periódica, mas algumas apresentam certas características que valem a pena salientar.

Os azulejos são o revestimento para piscina mais vulneráveis ao limo, que fica acumulado nas áreas de rejunte. Para limpar, podem ser empregados escovas e sabão. A cerâmica, por outro lado, não é propensa a acumular sujeira e nem favorece a proliferação de fungos.

A fibra de vidro também não favorece o acúmulo de bactérias e fungos, e a higienização é simples, com água e sabão. Contudo, a fibra de vidro exige alguns cuidados especiais para que não sejam formadas bolhas em sua superfície (a exposição prolongada ao sol é um fator de risco). As pedras, por causa da porosidade, acumulam mais sujeira. Com água e sabão, escovas mais grossas ou lavadoras de alta pressão, é possível fazer uma boa limpeza.

Considere a questão estética

A questão da beleza pode ser relativa. De qualquer modo, convém citar algumas características dos revestimentos. Os azulejos oferecem uma gama de opções de cores — assim, a água fica com a cor do azulejo, o que é bastante interessante do ponto de vista estético.

A cerâmica é um revestimento para piscina que se destaca por sua beleza: pode ser rústico, fosco ou esmaltado. Nas piscinas maiores, a diferença é ainda mais perceptível. Outra vantagem é a diversidade de cores e de tamanho de pedras. O vinil também oferece diferentes estilos e cores. E a rusticidade também poderá ser muito bonita. As pedras criam um ambiente de lazer mais natural e acolhedor.

Analise outros aspectos importantes

O vinil é um material cuja instalação é rápida. E, inclusive, o fato de ser impermeável já elimina a fase de impermeabilização que precisa ser feita em outros revestimentos. Os azulejos têm a instalação semelhante à que é realizada em paredes de cozinhas e banheiros. As pedras mantêm a temperatura da água sempre agradável e não são escorregadias como os outros revestimentos.

Vale ainda falar das pastilhas de vidro. Apesar do preço mais alto, elas são bastante flexíveis, acompanhando o formato e as dimensões de qualquer espaço. Apresentam limpeza simples e são de fácil manutenção. Mas sua aplicação deve ser feita por especialistas.

Com essas informações, fica mais fácil escolher o melhor revestimento para piscina, não acha? Pense no espaço que você tem e em quais resultados você espera. Avalie com calma e decida qual proposta será a mais interessante para a sua área de lazer.

Gostou do artigo? Então não deixe de assinar a newsletter para receber mais dicas para aproveitar por completo a sua piscina.

Adicionar comentário